top of page

10 dicas de como ensinar crianças a escovar os dentes




A molecada adora um doce, não é? Por essa razão, é imprescindível ensinar as crianças a escovar os dentes. Isso deve ser realizado desde cedo, quando houver os primeiros dentinhos e elas já tiverem firmeza na mão para segurar uma escova de dentes.


Para ajudar os responsáveis nessa tarefa, vamos dar 10 dicas neste post. Desse modo, sua criança vai ter bom hábitos bucais desde pequena e manter os dentes sempre bem cuidados. Veja como ensiná-la!

1. Começar cedo

Como mencionado na introdução, o ideal é estimular o costume na criança assim que os dentes começarem a crescer. Para isso, mostre a escova de dentes, explique para que serve cada parte (mesmo que ela não entenda direito) e encoraje-a a segurar a escova.


Pegue a sua própria escova e mostre como você faz. Quando o bebê começar a fazer o movimento, segure a mãozinha dele, para que não aplique força demais.


A escova deve ser comprada conforme a idade da criança. Ela precisa sempre ter cerdas macias e uma cabeça pequena. Geralmente, a embalagem indica a idade recomendada. Assim, introduza esse item gradualmente na vida da criança.

2. Utilizar objetos infantis

Além da escova de dentes, o creme também pode ser voltado para o público infantil. Você pode, por exemplo, comprar itens com imagens dos desenhos ou dos super-heróis preferidos da criança, assim como escovas mais coloridas e lúdicas. Só verifique se são itens de qualidade.

3. Aplicar métodos divertidos

É possível empregar métodos divertidos para que as crianças tenham o hábito de escovar os dentes. Por exemplo, você pode estimulá-las criando gincanas de quem fica mais tempo com as escovações em dia. Estabeleça regras, como:

  • escovações muito rápidas não valem;

  • é necessário escovar os dentes três vezes ao dia;

  • esquecer-se do fio dental perde pontos.

Os pais podem elaborar regras e colocar as pontuações, além de premiar as crianças, mas não podem acostumá-las mal. Afinal, quando adultas, elas vão ganhar apenas a saúde bucal, o que já é muito importante.

4. Escovar os dentes em família

Essa também é outra forma de realizar a escovação de modo divertido. Fazer atividades em família é viver momentos juntos e criar lembranças. Nessa situação, as crianças podem escovar os dentes dos pais, assim como o contrário. Tudo isso de modo leve, descontraído e divertido, sem o peso da obrigação de algo chato.


Assim, as crianças associam a escovação dos dentes a momentos felizes e divertidos, o que implica reforço positivo à tarefa. Já os pais conseguem verificar se os filhos estão escovando os dentes corretamente. E, caso seja necessário, já podem corrigir em relação à força aplicada e aos tipos de movimentos que os pequenos devem efetuar.

5. Dar o exemplo

Ao escovar os dentes com as crianças, você já as inspira a fazer isso e a imitá-lo. Até porque os pais ou responsáveis são as referências primordiais das crianças, e elas muitas vezes veem o que seus responsáveis fazem como algo admirável, sobretudo durante a infância.


Por essa razão, as crianças vão seguir os seus passos — se você escovar os dentes após as refeições e ainda convidar os pequenos, “vem escovar os dentes comigo”, eles vão atrás. Eles também vão perceber a frequência com que isso é feito, sempre após as refeições e antes de dormir, e vão gravá-la, levando o hábito para sua rotina.


O exemplo serve para as demais medidas referentes à saúde bucal, como visitas ao dentista e a aplicação do fio dental. É importante que os pequenos saibam que os pais ou responsáveis passam por tais situações, para que as recebam mais facilmente.

6. Visitar o dentista

Como falamos acima, sua filha e/ou filho também precisa ir ao consultório odontológico. Isso é fundamental, pois esse especialista vai verificar o crescimento dos primeiros dentes, as arcadas dentárias, as estruturas maxilar e mandibular, entre outros detalhes. Além disso, a criança tem de se acostumar com as idas ao consultório do dentista.


No começo, você levará seus pequenos ao odontopediatra, o especialista na saúde bucal infantil. Ele consegue receber as crianças por ter um consultório e ferramentas próprias para esse público, além de estudar as peculiaridades fisiológicas, patológicas e anatômicas infantis.


Complementar a isso, o odontopediatra vai fazer um atendimento mais adequado à criança, a fim de reduzir a ansiedade ou medo dela. Isso, progressivamente, faz com que sua filha e/ou filho perca o receio de ir ao dentista, tornando-se um hábito.

7. Conversar, mas não dar broncas

Nos momentos em que servir de exemplo e escovar os dentes com a criança, converse com ela, mas sem brigar, sobre por que a limpeza bucal é importante, o motivo de tal medida ser realizada após as refeições, entre outros detalhes.


Explique sobre mau hálito, cáries e problemas fáceis de compreender. À medida que a idade da criança aumenta, é possível repassar conhecimentos mais complexos. Se necessário, abaixe um pouco para dialogar com ela na mesma altura e fale carinhosamente. Sua filha e/ou filho tem de confiar em você, e não o temer.

8. Usar sempre o banheiro

Para manter hábitos, um local vinculado ao costume é crucial. Por exemplo, sentar-se à mesa para comer, e não em frente à TV. Por isso, não deixe seus pequenos escovarem os dentes assistindo à TV ou a vídeos no celular. Acostume-os a fazer isso sempre no banheiro, de frente para o espelho. Deixe os itens necessários acessíveis para as crianças pegarem. Assim, o hábito é mais facilmente mantido.

9. Mostrar vídeos

Não é indicado que sua criança assista a vídeos enquanto escova os dentes, mas ela pode usá-los para aprender o modo correto de fazer a escovação. Na internet, você consegue encontrar inúmeros conteúdos educativos elaborados por instituições de saúde, escolas infantis e marcas de produtos de higiene bucal, tudo gratuito.

10. Evitar maus hábitos

Você vai precisar monitorar a criança a fim de evitar que ela se esqueça de realizar a higienização bucal. Além disso, lembra-se do que falamos sobre o exemplo? Você tem de evitar que as crianças o vejam dando maus exemplos, como fumar na frente delas. Sua filha e/ou filho ainda não é adepto ao tabagismo, mas, com pais fumantes, pode começar a ser devido à curiosidade gerada.


Controle ainda a quantidade de doces que seus pequenos comem e a ingestão de bebidas como refrigerantes e sucos industriais. Tudo isso pode prejudicar consideravelmente os dentes, e sabemos que as crianças adoram esses itens.


No mais, tome os cuidados básicos que mencionamos acima. Tudo começa com ensinar as crianças a escovar os dentes e estimulá-las a manter o hábito. Cuide bem dos seus pequenos!

13 visualizações0 comentário
bottom of page